Datena fala, ao vivo, em seu programa
Reprodução/Instagram
Datena fala, ao vivo, em seu programa

José Luiz Datena afirmou, em entrevista recente para a revista Veja, que deixou o PSL por ter perdido espaço no partido, que está em fusão com o DEM para formar o União Brasil.

Com a saída, o apresentador anunciou a sua filiação ao PSD, que deve acontecer em 24 de novembro, em Brasília. Antes candidato à presidência no antigo partido, Datena irá concorrer à uma vaga no Senado na nova legenda.

Além do PSD, ele recebeu convite do PDT para ser vice na chapa presidencial que terá Ciro Gomes como candidato, este que Datena não esconde admiração.

"Não impede eu estar no PSD e continuar achando o Ciro um grande cara, e até talvez ajudá-lo se for preciso politicamente. Minha admiração pessoal pelo Ciro é grande, se houver necessidade de uma ajuda minha, ele terá", disse à Veja.

Ao menos no primeiro turno Datena não deverá apoiar o PDTista, já que o PSD deverá lançar Rodrigo Pacheco como candidato para 2022.

"Parti a um partido que me oferece uma coisa séria e, além de séria, confiável, simplesmente isso. Espero que o União Brasil tenha sorte, mas não me interessa nem tempo de televisão nem o dinheiro que eles têm. Prefiro um partido em que as pessoas estejam empenhadas em pensar no povo e não mais em si", concluiu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários