Cena da série sul-coreana Round 6
Reprodução: iG Minas Gerais
Cena da série sul-coreana Round 6

A Câmara de Vereadores de Içara, no estado de Santa Catarina, apresentou um requerimento à Netflix pedindo a retirada da série sul-coreana "Round 6" do catálogo do streaming. A justificativa dos parlamentares é de que a violência mostrada no seriado causa "impacto negativo nas crianças e adolescentes em idade escolar".

O autor do requerimento é o vereador Edson Freitas, do MDB. "O conteúdo da série contém violência explícita, tortura psicológica, suicídio, tráfico de orgãos e cenas de sexo, utiliza-se de brincadeiras simples de crianças (...) para assassinar a 'sangue frio' as pessoas que não atingem o objetivo final", diz o texto.

Segundo o vereador, o conteúdo da série preocupa a saúde mental das crianças, já que "mistura brincadeira de crianças com crimes bárbaros".

A câmara municipal confirma o envio do documento, mas não informa se houve resposta por parte da Nettflix.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários