Faraó dos Bitcoins é investigado pela Polícia Federal na
Reprodução
Faraó dos Bitcoins é investigado pela Polícia Federal na "Operação Kryptos"

Glaidson Acácio dos Santos, mais conhecido como o ‘ Faraó dos Bitcoins ’, oferecia seguro de vida em seu nome como garantia para contratos. A denúncia é do Ministério Público Federal.

A oferta do seguro de vida no nome do próprio Glaidson era feita para clientes que investiram em grandes valores. Sendo assim, caso algo acontecesse com Glaidson, o investidor teria garantia de dinheiro.

O ‘Faraó’ foi denunciado pela Polícia Federal por crime contra o sistema financeiro nacional, lavagem de dinheiro e gestão temerária ou fraudulenta. A organização criminosa foi desarticulada no dia 25 de agosto, quando a PF, com o apoio do MPF e da Receita Federal, fizeram a Operação Kryptos. A ação resultou na prisão do golpista.

Na prisão do ‘Faraó’, no fim de agosto, os investigadores encontraram cerca de R$ 15,3 milhões em dinheiro vivo. Ele teria movimentado, em seis anos, cerca de R$ 38 bilhões. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários