Além do auxílio, moradores que desocuparem construções irregulares serão automaticamente cadastrados para o atendimento em unidades habitacionais definitivas
Foto: Eduarda Esteves/iG
Além do auxílio, moradores que desocuparem construções irregulares serão automaticamente cadastrados para o atendimento em unidades habitacionais definitivas

A Prefeitura de São Paulo anuncia a criação de uma nova modalidade de auxílio aluguel para pessoas que residem em áreas de alto risco ou que sofreram intervenções por parte do município. Os cidadãos de Paraisópolis que concordarem em deixar as construções irregulares receberão R$ 600 por 18 meses – e serão automaticamente cadastrados para o atendimento em unidades habitacionais definitivas. 

A proposta, segundo a Secretaria de Habitação de São Paulo , visa acelerar obras de canalização e urbanização no córrego do Antonico, que foi ocupado de forma irregular. 

A Prefeitura ressalta que as intervenções de engenharia só podem ser iniciadas depois que as famílias deixarem suas casas e as construções forem removidas.

O investimento é de mais de R$ 100 milhões, pois além da canalização e urbanização ao longo de 1,5 km de extensão, o município já está fazendo uma obra de drenagem no mesmo córrego, mas no trecho que não está dentro da comunidade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários