Mario Frias
Roberto Castro/ Mtur
Mario Frias

Em publicação nas redes sociais, o secretário especial da Cultura, Mario Frias, anunciou nesta sexta-feira (15) que irá processar a revista IstoÉ após a publicação do texto "Milicianos do capitão". Auxiliares da pasta que pertence ao Ministério do Turismo também anunciaram que vão entrar com ação judicial contra o periódico.

Frias publicou uma foto de texto e escreveu: "Processinho a caminho". Felipe Carmona Cantera, secretário nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual, que também aparece na foto da revista, disse que se tratam de "homens de bem", pais, heróis e um capitão da polícia militar. 

O texto da IstoÉ critica a aparição pública e nas redes sociais de armas de fogo como tentativa de institucionalizar a violência e o ódio, nos moldes do que faz a milícia. 

Na matéria, são citados Mario Frias; André Porciuncula, secretário nacional de Incentivo e Fomento à Cultura; Felipe Carmona Cantera, secretário nacional de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual; e Hélio Ferraz de Oliveira, secretário especial adjunto da Cultura.

Veja:



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários