Suzane Richthofen tem frequentado a universidade e está em cela individual para impedir contágio de detentos por Covid-19
Reprodução/TV Vanguarda
Suzane Richthofen tem frequentado a universidade e está em cela individual para impedir contágio de detentos por Covid-19

Condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais, Suzane Von Richthofen passou a cumprir isolamento na penitenciária de Tremembé (SP). A medida foi tomada para que se evite o contágio de outros presos por Covid-19, já que  Richthofen passou a ter contato com o mundo externo após a Justiça permitir que ela frequente aulas da faculdade de biomedicina em uma universidade de Taubaté.

Segundo apuração do G1 , o isolamento de Suzane deve durar até o fim da pandemia, seguindo protocolos da Secretaria da Administração Penitenciária. No presídio, outras detentas também fazem curso superior, mas na modalidade de ensino remoto.

Richthofen terá de apresentar à Justiça, semestralmente, um boletim de presença nas aulas. Já o boletim de notas, deve ser apresentado a cada bimestre.

A detenta não conseguiu autorização da Justiça para não usar tornozeleira eletrônica para frequentar a universidade.

Em nota ao G1, a Secretaria da Administração Penitenciária informou que todas as presas da penitenciária foram vacinadas com pelo menos uma dose de vacina contra Covid-19. Atualmente, não há no local nenhum caso de suspeita ou de confirmação de contágio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários