Carlos Bolsonaro
Reprodução
Carlos Bolsonaro

A queda do Whatsapp, Facebook e até mesmo o Telegram nesta segunda-feira (04), fizeram integrantes do governo e usuário das redes sociais ironizarem a depedência da família Bolsonaro com as redes sociais. 

Randolfe Rodrigues, Guilherme Boulos, Marcelo Freixo, Isa Penna e Jandira Feghali estão entre os nomes que comentaram a situação. Jair Bolsonaro e seu filho Carlos também fizeram publicações chamando seus seguidores para o canal do Telegram. 

A deputada Isa Penna, do PSOL, questionou se Carlos Bolsonaro, muito presente nas redes sociais, estaria sem fazer nada: 

Colegas de partido, Guilherme Boulos e Marcelo Freixo também se pronunciaram sobre a ausência do filho do presidente: 

O senado Randolfe Rodrigues, líder da oposição, ironizou a situação insuando que faltava cair mais alguma coisa: 

Jandira Feghali, do PCdoB-RJ, foi mais direta e brincou com o questão das fake news constantemente difundidas por meio das redes sociais e alfinetou o presidente: 

Leia Também

Antes mesmo do Telegram apresentar instabilidade, o presidente Bolsonaro publicou em seu twitter chamando seus seguidores para seguir seu canal no aplicativo:

Carlos Bolsonaro, filho do presidente e vereador do Rio de Janeiro, também fez uma publicação convidando os usuários para o Telegram: 




    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários