Wagner de Oliveira Lovato, 40 anos, ambulante morto por reclamar de preço de carne
Reprodução Redes Sociais
Wagner de Oliveira Lovato, 40 anos, ambulante morto por reclamar de preço de carne

Um homem morreu após ser espancado na noite de sábado (2) em frente a um açougue em Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre (RS), por reclamar do  preço da carne. Identificado como Wagner de Oliveira Lovato, 40 anos, ele era ambulante, e foi espancado por um funcionário do estabelecimento.

Levado ao Hospital Cristo Redentor, na capital Porto Alegre, ele acabou não resistindo aos ferimentos. Segundo o hospital, ele teve morte cerebral. 

De acordo com apuração do portal Metrópoles , que conversou com o delegado responsável pelo caso, a vítima teria levado dois socos, se desequilibrado e batido a cabeça no chão. "Também há relatos de que o funcionário teria chutado a cabeça dele”, conta o delegado Edimar de Souza.

“Um dos agressores disse que a vítima saiu do estabelecimento sem comprar nada e teria falado que a carne estava cara e que não era de qualidade”, completou.

Leia Também

Os agressores estavam embriagados e foram presos preventivamente. Em nota, o Shopping das Carnes disse lamentar profundamente a morte do ambulante.

“Estamos adotando todas as medidas possíveis para auxiliar as autoridades na apuração das responsabilidades neste ato criminoso em frente ao estabelecimento em Alvorada. O funcionário envolvido neste episódio inaceitável, que não estava em atividade de trabalho no momento do crime, foi afastado pela empresa e está sob custódia da polícia”, afirmou a empresa.

“Compreendemos o momento de dor e de reserva e respeitamos o tempo dos familiares. Estamos à disposição para que esse diálogo aconteça. Em respeito a Wagner de Oliveira Lovato e a sua família, a loja estará fechada nesta segunda-feira (4/10)."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários