Protesto
Reprodução
Protesto

Os protestos contra o presidente Jair Bolsonaro, neste sábado, em Recife, registrou um atropelamento entre os manifestantes.

A vítima foi uma advogada da Comissão de Advocacia Popular da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco, que foi atingida por um carro quando saia das manifestações, que ocorreram nas proximidades da Ponte Maurício de Nassau, no bairro de Santo Antônio.

De acordo com as primeiras informações, o atropelamento aconteceu enquanto a advogada caminhava, com outros manifestantes, para uma ocupação onde seria realizado um ato após o protesto. Ela chegou a ser arrastada por alguns metros por um Jeep Renegade de cor preta. O motorista fugiu sem prestar socorro à mulher, porém, a placa foi anotada pelos presentes.

A vereadora do Recife Dani Portela (PSOL), que estava no local, afirmou, em entrevista ao G1, que o caso não foi acidental. "Ela estava sangrando bastante. O motorista furou a barreira, atropelou ela. Depois que ela caiu, ele botou o carro por cima dela. Aparentemente proposital. Ela estava com dificuldade de mexer tornozelo e quadril e sangrando muito. A gente não acredita que seja um acidente", afirmou a vereadora.

A mulher foi socorrida por equipes do Corpo de Bombeiro e levada ao Hospital Português. O estado de saúde da vítima não foi divulgado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários