Advogada de médicos da Prevent Senior: 'Mãe de Hang tomou tratamento precoce'
Reprodução
Advogada de médicos da Prevent Senior: 'Mãe de Hang tomou tratamento precoce'

Bruna Morato, advogada representante dos médicos da Prevent Senior, afirmou em depoimento da  CPI da Covid na tarde desta terça-feira (28) que a mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang, Regina Hang, fez uso do "tratamento preventivo". O apoiador do presidente Jair Bolsonaro havia afirmado em vídeo que sua mãe havia falecido sem utilizar os medicamentos do chamado 'Kit Covid'.

"Recebeu previamente medicamentos da hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina", afirmou a advogada contrariando as declarações do dono das lojas Havan.

Durante a pandemia, Luciano Hang postou um vídeo em suas redes sociais em que afirmava: "Quando eu levei ela para o hospital, ela já estava quase com 95% do pulmão tomado. Ela estava assintomática e quando nós pegamos, foi muito tarde. E eu me quesitono: Será que se eu tivesse feito o tratamento preventivo, eu não teria salvado a minha mãe?"

A advogada dos médicos da Prevent Senior, local onde a mãe de Luciano foi internada, afirma que "consta no prontuário, ela fez uso do tratamento preventivo. A prescrição é que ela recebeu previamente os medicamentos".

Bruna ressalta ainda que o atestado de Regina foi alterado durante a sua internação. "Ela dá entrada com Covid, na hora que ela dá entrada seu quadro evolui para outras doenças e isso não é registado na declaração de óbito. A declaração de óbito e a certidão e óbito possuem a mesma informação sobre a morte, mas sem menção à Covid. Isso destoa da orientação do Ministério da Saúde que deveria ter Covid-19 como doença inicial".


O empresário Luciano Hang será o depoente desta quarta-feira (29) na CPI da Covid e, em tom de provocação, o bolsonarista divulgou um vídeo em que aparece algemado para o caso dos senadores "não aceitarem aquilo que vou falar".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários