Diretor da Precisa movimentou R$ 2 milhões por mês de forma 'atípica', diz Coaf
reprodução/pf
Diretor da Precisa movimentou R$ 2 milhões por mês de forma 'atípica', diz Coaf

O diretor institucional da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, fez movimentações de valores incompatíveis com o seu faturamento mensal e de sua empresa, chegando a receber R$ 2 milhões mensais, segundo um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão de combate à lavagem de dinheiro.

No período analisado pelo Coaf, Trento teve, por mês, uma movimentação de R$ 1,8 milhão nas suas contas empresariais e R$ 198 mil por mês nas contas de pessoa física. Para efeito de comparação, o valor é vinte vezes o salário de Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal.

Também é um valor superior aos R$ 3,9 milhões movimentados em todo o ano de 2020 por Francisco Maximiano, presidente da Precisa. O relatório do Coaf, obtido pelo GLOBO, foi enviado à  CPI da Covid.

A comissão quebrou o sigilo bancário de Danilo Trento. O documento mostra que, de outubro de 2020 a abril de 2021, Danilo recebeu créditos de R$ 1,6 milhão em uma conta de pessoa física em seu nome. Em outra conta, foram R$ 2,1 milhões de agosto de 2020 a junho de 2021.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários