CPI da Covid: Marques é o ministro que mais decidiu em favor de investigados
Fellipe Sampaio /SCO/STF
CPI da Covid: Marques é o ministro que mais decidiu em favor de investigados

O Supremo Tribunal Federal (STF) já bateu martelo em 98 de 111 ações que questionam atos da CPI da Covid , em funcionamento desde abril. A maioria das decisões manteve quebras de sigilos e convocações de depoentes aprovadas pela comissão. Numa ponta, Nunes Marques foi o que mais decidiu favoravelmente aos investigados.

Não houve, contudo, uniformidade nos posicionamentos dos ministros. Já Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia e Rosa Weber se mostraram mais duros e tenderam a referendar as medidas adotadas pela comissão.


O raio-x consta no recurso que a CPI apresentou ao STF contra a decisão de Nunes Marques que autorizou o motoboy Ivanildo Gonçalves da Silva a não prestar depoimento. A CPI também enviou à Corte uma lista de processos que chegaram ao Supremo em que há detalhes de como cada ministro decidiu. O Globo checou a situação de todos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários