Lula diz que irá
Reprodução: iG Minas Gerais
Lula diz que irá "regular os meios de comunicação" caso volte ao poder

O ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) , durante entrevista concedida à Rádio Metropole na última quinta-feira (26), revelou uma de suas principais bandeiras eleitorais em caso de vitória nas eleições presidenciais do próximo ano: a regulação da mídia.

"Eu ainda não decidi se sou candidato. Eu estou com muita paciência, estou conversando com muita gente, estou ouvindo muito desaforo, leio muito a imprensa. Tem alguns setores da imprensa que não querem que eu volte a ser candidato. Porque se eu voltar [à Presidência] eu vou regular os meios de comunicação deste país", afirmou Lula.

O petista alegou, em sua defesa, que o atual sistema encontra-se defasado e, portanto, "a gente não pode ficar com a regulamentação de 1962, não é possível".

Esta não é uma declaração solitária do petista, já que, em 2019, Lula discursou na abertura do 7º Congresso Nacional do PT e defendeu a regulação da mídia. Na oportunidade, o ex-presidente alegou que "democratizar a comunicação não é fechar uma TV, é abrir muitas".

"Não pode um grupo familiar decidir sozinho o que é notícia e o que não é, com base unicamente em seus interesses políticos e econômicos", disse o petista a época.


As declarações foram dadas pelo ex-presidente durante viagem ao Nordeste brasileiro. Lá, o petista procura viabilizar-se regionalmente, costurando alianças com líderes locais do Maranhão e do Pernambuco.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários