Polícia Civil de São Paulo monitora possíveis bolsonaristas armados na manifestação de 7 de setembro
Creative Commons
Polícia Civil de São Paulo monitora possíveis bolsonaristas armados na manifestação de 7 de setembro

A Polícia Civil de São Paulo, através de seu Departamento de Inteligência, mostra-se preocupada com a possibilidade da presença de apoiadores do  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) portarem armas de fogo nas manifestações agendadas para o dia 7 de setembro. As informações são do jornalista Lauro Jardim.

Em suas aferições, foram detectados intensos sinais de 'animação' por parte de possíveis integrantes do apoio ao governo federal em comparecer armados na Avenida Paulista.

Saiba mais: Bolsonaro corta 62% da verba para educação infantil entre 2018 e 2020

Bolsonaro, que inicialmente participaria de maneira presencial no ato, declarou na ultima sexta-feira (20) que fará um discurso virtual aos participantes que estiverem na manifestação. O presidente prometeu que não usará "palavras de ameaça a ninguém", mas disse que só poderá "fazer alguma coisa se vocês [apoiadores] assim o desejarem".


"Dia 7, neste horário, vamos hasteá-la (bandeira do Brasil) aqui numa cerimônia militar, às 8h. Às 10h, estamos aqui na Esplanada, pretendo usar a palavra. Não é uma palavra de ameaça a ninguém. Estaremos em São Paulo fazendo a mesma coisa. Podem ter certeza: vamos ter uma fotografia para o mundo do que vocês querem. Eu só posso fazer alguma coisa se vocês assim o desejarem", revelou o mandatário na saída do Palácio da Alvorada.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários