Brasileiros não aprovam militares na política e no governo, aponta pesquisa
Marcos Corrêa/PR
Brasileiros não aprovam militares na política e no governo, aponta pesquisa

Pela primeira vez desde o início da série histórica, a maioria da população brasileira não aprova a participação de militares no governo, principal bandeira de Jair Bolsonaro (sem partido) . Segundo uma pesquisa realizada pelo PoderData, 52% dos participantes acreditam que a atuação das Forças Armadas no campo político é prejudicial ao Brasil. As informações são do portal Poder360.

Leia mais: Apoio a impeachment de Bolsonaro atinge patamar recorde, segundo pesquisa

O aumento foi considerável, já que a quantidade de pessoas que reprovavam a união entre o oficialato e cargos eletivos em abril era de 45%. Houve uma crescente de 7 pontos percentuais em 4 meses.

A avaliação positiva dos fardados caiu 3% no mesmo período e passou de 35% para 32% - a diferença, porém, oscilou dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Você viu?

Saiba: Governo Bolsonaro pagou por propaganda de 32 apresentadores e influenciadores

Trata-se de um recorde na avaliação negativa desde que o portal passou a realizar o levantamento, em maio de 2020. É a primeira vez que a rejeição ultrapassa a marca de 50% e, no total, houve um aumento de 15 p.p. no período.


A pesquisa foi realizada no príodo de 16 a 18 de agosto pelo instituto PoderData. Ao todo, foram entrevistadas 2.500 pessoas em 433 municípios em todas as 27 unidades da Federação. A margem de erro, como mencionada anteriormente, é de 2 pontos percentuais, par amais ou para menos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários