Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara dos Deputados
Agência Brasil
Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara dos Deputados

Em entrevista ao Congresso em Foco na última sexta-feira (13), o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia , afirmou que Bolsonaro e seu sucessor, Arthur Lira , são ‘parecidos um com o outro’. Segundo Maia, Bolsonaro é mais transparente, enquanto Lira ‘esfaqueia pelas costas’.

“Há uma convergência entre os presidentes da Câmara e da República, que atuam com o mesmo intuito. Bolsonaro é mais transparente e agressivo, e o presidente da Câmara tenta diálogo com o Supremo. Quando viram as costas, dá facada no Supremo e no Tribunal Superior Eleitoral”, disse Maia, que usa o termo ‘Bolsolira’ para classificar a dupla.

Maia afirma que Bolsonaro ataca o Supremo Tribunal Federal para provocar reações. Segundo o ex-presidente da Câmara, o objetivo do presidente da República é fazer um ‘golpe’ soar como ‘contragolpe’.

Para o ex-presidente da Câmara, não há chances de impeachment . E a votação pelo voto impresso, com 229 adesões, comprova que Bolsonaro tem defensores fiéis na casa. Maia avalia que a abertura de um processo de impeachment poderia deixar o presidente da República mais forte.

Rodrigo Maia afirma que o presidente ‘marcha a passos largos para a derrota’ nas Eleições de 2022 . “Ele deverá sangrar até o fim do mandato, sem sofrer impeachment”, disse o deputado ao Congresso em Foco. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários