Guilherme ao lado da mãe
Divulgação/Polícia Militar ES
Guilherme ao lado da mãe

A filha do casal Paulo de Oliveira Cesar, de 68 anos, e Raquel Heringer Cesar, de 61, suspeitos de terem sido mortos a facadas pelo próprio filho, Guilherme Heringer, de 22 , falou sobre o acontecimento. A irmã do jovem estava fora do Brasil quando o crime aconteceu.

No último sábado (7), a filha, que não teve o nome divulgado, publicou uma nota no jornal Folha de Vitória dizendo que o irmão "será lembrado como um menino feliz e doce". A família e amigos pediram respeito pelo momento que estão vivendo.

"Nossa família está em luto. Nossa perda é irreparável e gostaríamos de pedir a todos os membros da imprensa que respeitem a nossa privacidade e decisão de viver este momento de dor em caráter privado", escreveu ela. 

"Guilherme será eternamente lembrado como o menino feliz e doce que amamos. Esperamos que a história de compaixão, fé e generosidade de nossos amados e queridos Dr. Paulo e Raquel continuem a inspirar e trazer esperança a todos nós nestes tempos tão difíceis".

O caso

O casal foi encontrado morto dentro do apartamento onde moravam na madrugada da última quarta-feira (4) em Vila Velha, no Espírito Santo . De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é que o autor do crime seja o filho das vítimas, que teria esfaqueado os pais e depois tirado a própria vida.

A cena do crime chamou a atenção dos policiais, por conter cruzes e escritos em vermelho, além de páginas da Bíblia queimadas.

O caso foi registrado como duplo homicídio com uso de arma branca, mas segue em investigação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários