Desaparecimento de Baixada Fluminense, no RJ segue em investigação
Reprodução/ Redes Sociais
Desaparecimento de Baixada Fluminense, no RJ segue em investigação

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) encontrou uma ossada próxima a uma ponte em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, durante buscas. De acordo com os policiais, o local fica perto de onde teriam sido deixados os sacos com os corpos dos três meninos desaparecidos. As informações foram apuradas pelo portal G1 .

Segundo a publicação, os ossos encontrados se assemelham a costelas e estariam dentro de um saco preto. No local, também foram achados fios de cabelo. Os materiais foram encaminhados para perícia e devem ser analisados em cerca de sete dias. 

Corpos teriam sido jogados em rio
Reproducao / G1
Corpos teriam sido jogados em rio


A ossada será levada ao setor de antropologia do Instituto Médico Legal (IML), mas não será descartada a possibilidade de serem ossos de animais, já que estão em estado avançado de decomposição.

Você viu?

Nesta semana, um homem se apresentou à polícia acusando o próprio irmão de ter envolvimento no sumiço dos corpos das crianças . De acordo com as investigações, um saco com os cadáveres teria sido jogado em um rio.

Ao prestar depoimento, o suspeito não confessou o crime, mas afirmou ter lançado os sacos em um rio a pedido de traficantes . Ele, no entanto, disse que não sabia o que estava dentro dos invólucros descartados. O delegado Uriel Alcântara, da DHBF, pediu a prisão do homem, mas a Justiça não deferiu o pedido e ele continua em liberdade.

As investigações continuam com a ajuda dos bombeiros do quartel do município e Grupamento de Buscas e Salvamento da corporação.

Lucas Matheus, de 9 anos, Alexandre Silva, de 11 e Fernando Henrique, de 12, sumiram no dia 27 de dezembro. Eles foram vistos pela última vez em uma feira do Bairro Areia Branca, também em Belford Roxo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários