Roberto Jefferson, presidente do PTB
Reprodução
Roberto Jefferson, presidente do PTB

O ex-deputado federal Roberto Jefferson , presidente do PTB e defensor assíduo de governo Bolsonaro, apareceu nesta quinta-feira (17) em um vídeo portando dois revólveres e ameaçando o embaixador chinês Yang Wanming, a quem chama de "macaco chinês". (Assista abaixo).

O político — que foi pivô do caso do mensalão durante o governo Lula— se coloca como "parte da resistência e da última trincheira da liberdade", critica o comunismo e diz que o embaixador chinês tem de ser expulso do Brasil.

“Esse chinês malandro que tá aí na Embaixada da China tem que ir embora, presidente tem que mandá-lo embora”, diz

“Quando tudo estiver exaurido, nós somos a retaguarda e só sobre o nosso cadáver que vão implantar aqui um regime ateu, marxista, comunista, onde um palhaço, macaco, um realejo que repete dogmas de Marx como esse embaixador da China, dá ordens às pessoas (...) Eu não me ajoelho a esse macaco chinês”, continua Roberto Jefferson.

O embaixador Yang Wanming e a Embaixada da China ainda não se posicionaram sobre os ataques.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários