Mulher foi baleada na frente do filho
Reprodução / TV Globo
Mulher foi baleada na frente do filho

Uma advogada de 42 anos foi assassinada a tiros na frente do filho de 11 anos, no Tremembé, na Zona Norte de São Paulo , na noite desta terça-feira (22). As informações são do portal G1 .

Além de advogada, Lucia Helen Vaz de Sousa era conselheira tutelar. O crime teria acontecido por volta das 23h de ontem. De acordo com os policiais, a mulher estava dentro do carro e passava pela Rua Paraná, embaixo do Rodoanel, quando foi abordada por outro veículo.

A vítima foi retirada do carro por três homens encapuzados e baleada. Os criminosos levaram apenas a bolsa da mulher e fugiram.

Vítima tinha 42 anos
Reprodução / TV Globo
Vítima tinha 42 anos


Os responsáveis ainda não foram presos e a polícia ainda investiga a motivação do crime. O caso foi registrado no 73ºDP, no Jaçanã, e será apurado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania emitiu uma nota de pesar pela morte da advogada, dizendo que irá requisitar "máximo rigor nas investigações, e vai acompanhar com atenção o trabalho policial".

Você viu?


Confira a nota na íntegra:

Nota de pesar pelo falecimento de Lucia Elen Vaz de Souza

São Paulo, 23 de junho de 2021 - A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) recebeu consternada a notícia do assassinato da conselheira tutelar Lucia Elen Vaz de Souza, advogada e titular do Conselho Tutelar do Tremembé.

A pasta enviou ofício para a Secretaria de Segurança Pública do Governo do Estado de São Paulo requisitando máximo rigor nas investigações, e vai acompanhar com atenção o trabalho policial.

O poder público não pode permitir que ameaças pairem sobre o trabalho das pessoas que atuam na garantia de direitos de crianças e adolescentes.

A SMDHC se solidariza e reitera os mais sinceros sentimentos de pesar aos familiares e amigos de Lucia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários