Viatura dos policiais militares executados em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, é periciada pela Civil
Reginaldo Pimenta/Agência O Dia
Viatura dos policiais militares executados em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro, é periciada pela Civil


Dois policiais militares foram assassiandos  no início da madrugada desta quinta-feira (17) em Nova Iguaçu, na baixada fluminense. Segundo os agentes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), as armas dos PMs, um fuzil e uma pistola, foram levadas pelos executores. 

O soldado Sérgio Magalhães Belchior e o cabo Helder Augusto Gonçalves Silveira chegaram a ser socorridos e levados para o Hospital Geral de Nova Iguaçu, mas não resistiram aos ferimentos. A viatura em que eles estavam ficou completamente destruída pelos disparos.

Os PMs eram lotados no batalhão de Queimados, o 24º BPM, também na Baixada, e estavam cumprindo Regime Adicional de Serviço (RAS) no 20º BPM (Nova Iguaçu).

Você viu?

 A Polícia Civil acredita que os agentes foram vítimas de emboscada de homens ligados ao tráfico. A hipótese de participação da milícia também não foi descartada. Investigadores da DHBF estiveram no local e fizeram a perícia do veículo. Os agentes vão procurar imagens de câmera de segurança para identificar o veículo usado pelos bandidos.


Segundo a Plataforma Fogo Cruzado, 89 agentes de segurança foram baleados no Grande Rio em 2021, 35 morreram. Do total de agentes de segurança baleados, 71 eram policiais militares: 25 morreram.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários