Serial killer do DF: Moradores relatam medo, angústia e apreensão
Reprodução/Polícia Civil do DF
Serial killer do DF: Moradores relatam medo, angústia e apreensão

Lázaro Barbosa de Souza , acusado de triplo assassinato na região de Ceilândia-DF, está sendo procurado por duas polícias militares - do Distrito Federal e de Goiás - há sete dias. Com a sua fuga, moradores locais relatam medo , angústia e apreensão com a situação vivida no centro-oeste brasileiro. As informações são da BBC Brasil.

Mathias Folha, de 20 anos de idade e morador de Edilândia-GO, é funcionário público e vive em uma área rural - local em que os crimes de Lázaro costumam ocorrer - relata que "está difícil até dormir direito, a cidade inteira está vivendo em torno disso. Eu até tive que deixar minha casa".

Hlicópteros, carros, cavalos e drones estão sendo disponibilizados pelas polícias para capturar o suspeito. Segundo a Secretaria de Segurança Pública de Goiás, mais de 200 agentes estão envolvidos nesta operação.

"A gente brincava que nada acontecia por aqui, que era tudo muito parado, agora estamos vivendo essa situação. Um agente policial falou que minha casa estava na área de risco, porque o (suspeito) estava pela região e ele conhece tudo muito bem", destaca Folha.

Você viu?

Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública de Goiás, ressaltou que Lázaro é 'mateiro', ou seja, acostumado a viver e se esconder no mato. Os termos " maníaco de Brasília" ou "serial killer" encontravam-se entre os mais comentados nas redes sociais na última terça-feira (16).

Mathias ressaltou que só consegue "dormir lá para as 2 da manhã, para acordar às 7h ansioso, querendo saber se pegaram ele. Falam que viram ele num lugar, depois em outro, que prenderam, mas no fim é mentira."


O suspeito é acusado de matar um casal e dois filhos - de 21 e 15 anos - em Ceilândia, Brasília, na última quinta-feira (09). A polícia informa que o rapaz invadiu a casa para roubá-la, porém, o homem matou as vítimas após elas reagirem. O corpo de uma mulher - moradora do local - foi encontrada num córrego próximo três dias depois.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários