Tenente Albuquerque posa ao lado de Jair Bolsonaro em foto nas redes sociais
Reprodução
Tenente Albuquerque posa ao lado de Jair Bolsonaro em foto nas redes sociais

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás anunciou nesta terça-feira (1º) o afastamento do tenente Albuquerque, policial militar que prendeu um  professor na noite de ontem após ele se recusar a tirar de seu carro uma faixa com os dizeres "Bolsonaro, genocida".

O governo de Goiás disse que o policial responderá inquérito policial para apuração de sua conduta.

 “O Governo de Goiás, por meio da  Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Militar, não coaduna com qualquer tipo de abuso de autoridade. Assim sendo, todas as condutas que extrapolem os limites da lei são apuradas com o máximo rigor, independentemente do agente ou da motivação de quem as pratica”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários