Médica Nise Yamaguchi será ouvida peloa CPI nesta terça-feira (01)
Michel Jesus/Câmara dos Deputados
Médica Nise Yamaguchi será ouvida peloa CPI nesta terça-feira (01)

A imunologista Nise Yamaguchi prestará depoimento para os senadores membros da  CPI da Covid nesta terça-feira (01). Entre os assuntos abordados pelos parlamentares, destacam-se a possível participação da médica no "Ministério Paralelo" da Saúde e sua provável atuação para que a bula da cloroquina fosse alterada para que o farmaco pudesse ser prescrito como uma medicação contra o novo coronavírus.

Cotada para assumir a pasta da Saúde no ano passado, Yamaguchi  é figura conhecida no Planalto por auxiliar os governistas na aquisição de estudos e movimentos técnicos relacionado a possíveis 'protocolocs de tratamento precoce' em combate ao covid-19.

Há quem defenda que o "Ministério Paralelo" de assessoramento do presidente foi criado por seu ex-assessor Arthur Weintraub. Porém, Antônio Barra Torres, diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em depoimento para a CPI no dia 11 de maio, relatou aos senadores que Nise esteve presente em diversas reunião que tratavam da pandemia e, inclusive, apoiou a alteração na bula da cloroquina.


Segundo Barra Torres, a médica parecia "mobilizada". Yamaguchi se defende e diz que o executivo da Anvisa não fala a verdade.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários