Presidente Jair Bolsonaro disse que atos a favor do seu impeachment estavam vazios, apesar de imagens mostrarem o contrário - sobretudo nas maiores capitais
Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro disse que atos a favor do seu impeachment estavam vazios, apesar de imagens mostrarem o contrário - sobretudo nas maiores capitais

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta segunda-feira (31) que fará passeio de moto em São Paulo no dia 12 de junho. O presidente também voltou a comentar sobre as manifestações de críticos ao governo, que ocorreram no último sábado . Segundo ele, "não teve ninguém" nos atos.

"No dia 12 [de junho] vai ter um passeio de moto lá. Eu fui convidado. Então vou estar lá", disse em conversa com apoiadores em frente ao Alvorada.

Sobre os protestos a favor do seu impeachment, que ocorreram em 213 cidades no Brasil e 14 cidades no exterior, Bolsonaro disse que "não tinha ninguém"

"Você pode ver o movimento, o último que teve agora. Não sei se foi no sábado ou no domingo. Não teve ninguém na rua. Estava vendo uma televisão agora: 'nas capitais, milhares vão às ruas contra Bolsonaro". É impressionante, é impressionante."

"Tinha uma pelada... Tinham outras mulheres cabeludas pintando... Não tinha ninguém. Chegou para mim dois vídeos (sic) de uma fila pegando mortadela. Vários com ticket combustível bastante", completou.

Apesar da fala de Bolsonaro, mais de 420 mil pessoas foram às ruas protestar a favor do impeachment e contra a omissão do governo federal no combate à pandemia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários