Ricardo Salles se reuniu com garimpeiros para legalizar a atividade em áreas de conservação
Agência Senado
Ricardo Salles se reuniu com garimpeiros para legalizar a atividade em áreas de conservação

Ricardo Salles , ministro do Meio Ambiente que foi alvo de uma operação da Polícia Federal sobre corrupção, se encontrou com representantes dos garimpeiros na última semana e recebeu um pedido para que fosse legalizada a atividade em quatro áreas de conservação ambiental. As informação são do portal Uol.

A reunião foi costurada pelo deputado federal Joaquim Passarinho (PSD-PA) no período em que Ricardo esteve na Amazônia, na última terça-feira (11). No dia, o ministro fiscalizou as ações realizadas contra o desmatamento.

Você viu?

Após dois dias, na quinta (13), Salles realizou uma reunião com um grupo liderado pelo vereador de Itaituba (PA), Wescley Tomaz (MDB). O município é popularmente conhecida pela exploração mineral, e recebe o apelido de "cidade pepita".

No encontro, um documento entregue ao ministro solicita "auxílio na definição de um novo entendimento" em relação a exploração ambiental na região protegida. Wescley afirma "todos perdem com a ilegalidade" e que "o problema é que áreas que foram destinadas à mineração não são legalizadas por entraves legislativos ou, em algumas vezes, só por falta de entendimento entre os órgãos ambientais."


Fontes indicam que o ministro não chegou a assumir um acordo concreto com os garimpeiros a respeito da solicitação dos representantes. Questionado, o ministério do Meio Ambiente não respondeu sobre o assunto até a última terça-feira (17).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários