Dr. Jairinho
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Dr. Jairinho

No Rio de Janeiro , nesta quarta-feira (21), uma reunião extraordinária do Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores local irá decidir sobre a abertura do processo de cassação do Dr. Jairinho , preso como o principal suspeito do assassinato do menino Henry . As informações foram apuradas pelo G1.

Reunião foi um pedido do vereador Alexandre Isqueiro (DEM), presidente do colegiado. Para ele, é possível que aconteça uma representação para abrir o processo. Jairinho já foi desintegrado da Comissão de Justiça e Redação , considerada a mais importante da Casa.

O Carlo Caiado (DEM), presidente da Câmara, foi o responsável pelo desligamento do vereador e ato foi publicado no Diário Oficial da Câmara dos Vereadores no dia 19 de abril. 

Caiado recebeu o documento que oficializava a expulsão de Jairinho do partido Solidariedade e decisão agora cabe a Comissão de Justiça e Redação analisar as propostas de lei enviadas pelos vereadores para verificar questões como, por exemplo, se o projeto é constitucional.

A expulsão do partido foi divulgada no dia 8 de abril, horas após ter sua prisão e a de Monique Medeiros, mãe de Henry, decretadas . “Diante dos novos fatos revelados, a Executiva Nacional do Solidariedade, em conjunto com a estadual do partido, resolve expulsar, de forma sumária, o vereador Dr. Jairinho”, declarou o partido na ocasião.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários