Flordelis diz que não cometeu crime nenhum e não tem
Reprodução: iG Minas Gerais
Flordelis diz que não cometeu crime nenhum e não tem "medo de ser presa"

Mesmo com a acusação do Ministério Público de coordenar a morte de seu marido, a deputada federal  Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) diz que está sendo injustiçada e atribui a sua filha biológica, Simone dos Santos, as mensagens em que ataca seu conjuge Anderson do Carmo. As informações são do jornal Extra .

"É uma acusação sem nenhum fundamento, sem nenhuma prova. É revoltante. Eu estou muito indignada por estar sendo acusada de algo que não fiz, por um crime que não cometi. Por isso pedi ajuda a investigadores de fora do país, porque vi coisas no processo que não deveriam estar ali", argumenta Flordelis.

De acordo com a deputada, existem mentiras no processo como "minha ida à uma casa de swing há quase 20 anos atrás. Que eu sou uma seita ; que eu uso perucas ".

A deputada ainda contestou a principal linha de investigação do Ministério Público - como sendo a mandante do crime - mesmo com a sua filha tendo assumido a autoria do crime.

Quando questionada sobre as mensagens enviadas ao filho, em que critica seu marido, Flordelis pede para que provem que foi ela a autora das mensagens. "Na medida em que eu não escrevi essas mensagens, não é prova, não me incrimina. Foram digitadas por outra pessoa. Várias pessoas têm acesso ao meu celular, ele fica nas mãos de terceiros ."


Por fim, a deputada diz que foi colocada no parlamento por vontade de Deus e que não tem medo de ser presa. Segundo ela, "não cometi crime nenhum".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários