Menino de quatro anos chegou sem vida a hospital no Rio de Janeiro com lesões pelo corpo
Reprodução
Menino de quatro anos chegou sem vida a hospital no Rio de Janeiro com lesões pelo corpo

Polícia Civil disse que já tem provas suficientes para concluir o inquérito da morte do menino Henry Borel , de 4 anos. Os investigadores ainda não decidiram se vão conceder um novo depoimento à mãe da criança, a professora Monique Medeiros . As informações são da GloboNews .

Segundo o jornal, os policiais devem decidir até amanhã se vão ou não ouvir Monique mais uma vez, um pedido feito pela nova defesa da mãe de Henry . De acordo com os novos advogados da mulher, em um novo depoimento, a professora contaria tudo o que aconteceu e tudo o que ela sabe relacionado à morte do filho.

Em entrevista à rádio CBN , o delegado chefe de polícia do Rio de Janeiro, Antônio Lopes, disse que os novos advogados de Monique devem vir com a tese de que ela estava sendo intimidada pelo vereador e padrasto do menino, Dr. Jairinho (sem partido). No entanto, de acordo com Lopes, não há nenhum indícios de que ela estivesse sofrendo qualquer tipo de ameaça de Jairinho , até o momento.

Na manhã de hoje, foi anunciado o afastamento do vereador da Comissão de Justiça e Redação da Câmara do Rio . O presidente da Câmara de Vereadores, Carlo Caiado (DEM), formalizou a decisão após o Solidariedade formalizar a expulsão de Jairinho do partido na última sexta-feira (16)

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários