Polícia investiga o roubo de 200 doses de Coronavac em posto de saúde
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Polícia investiga o roubo de 200 doses de Coronavac em posto de saúde

A prefeitura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, suspendeu a vacinação no posto de saúde da Vila Jurandir após o roubo de 20 frascos da CoronaVac, que renderiam 200 doses e seriam utilizadas para imunização de idosos nesta semana. Além disso, toda a equipe de 16 profissionais da unidade de saúde foi suspensa por tempo indeterminado.

O caso está sendo investigado pela 64º DP (São João de Meriti), que está analisando imagens do local para tentar identificar como se deu o roubo. A participação de agentes do próprio posto também está sendo apurada e parte da equipe que foi afastada deve ser chamada para depor.

O desaparecimento das vacinas foi identificado no fim da tarde de terça-feira, dia 13, quando as vacinas restantes seguiram do posto para o local onde seriam armazenadas. Como há uma contagem dos fracos na saída e na chegada, a enfermeira responsável notou a ausência de 20 frascos da vacina, que equivalem a 200 doses.

Ela acionou imediatamente a Secretaria municipal de Saúde, que chamou a polícia. Na terça mesmo, policiais estiveram no posto e analisaram o caminho entre a unidade de saúde e o local de armazenamento para veririficar a existência de câmeras de vigilância.

Você viu?

Já na quarta-feira, dia 14, todos os funcionários afastados prestaram depoimentos na delegacia, que duraram desde a manhã até a noite. A prefeitura de São João de Meriti, por meio da Procuradoria Geral de São João do município, instaurou um inquérito administrativo para apurar. Caso seja comprovada a participação de algum servidor, a punição será a exoneração do cargo.

Ao GLOBO, a secretária de Saúde do município, Marcia Lucas, informa que está acompanhando o caso de perto e que os culpados serão punidos assim que identificados.

"Assim que nos foi comunicado esse desaparecimento, imediatamente pedi que o superintende do posto registrasse boletim ocorrência, a polícia abriu inquérito, ouviu os funcionários que estão afastados. A prefeitura abriu inquérito e a punição depende da polícia. Vamos seguir conforme o que a polícia descobrir nas investigações", diz.

De acordo com a prefeitura de São João de Meriti, a vacinação nos demais postos não será afetada e o calendário segue sem sofrer alterações. Nesta sexta-feira, dia 16, e no sábado, dia 17, está prevista a imunização para idosos a partir de 62 anos. O governo municipal orienta também que essas pessoas procurem um dos outros sete postos de vacinação, já que o da Vila Jurandir não deverá ser reaberto após o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários