Embaixador do Brasil atribui hospitais lotados a
Reprodução
Embaixador do Brasil atribui hospitais lotados a "24 anos da esquerda no país"

O embaixador do  Brasil na França, Luis Fernando Serra, participou de um programa para o canal BMFTV e, entre outras falas, disse que a grave situação vivida nos hospitais brasileiros - em decorrência da pandemia - se deve a falta de investimentos dos últimos governos de esquerda no país. As informações são do jornalista Jamil Chade .

Durante a entrevista, Serra se negou a comentar a decisão da França de suspender todos os voos com o Brasil até o dia 19 de abril, mas diminuiu a importância do turismo na economia do país.

"Não dependemos do turismo. Recebemos apenas 6,5 milhões estrangeiros que visitam o Brasil, um país de beleza extraordinária, enquanto na França recebe 95 milhões de estrangeiros. O peso do turismo não é enorme", respondeu o embaixador.

Após o comentário de um jornalista francês sobre o elevado número de mortes que o Brasil apresenta e ao mencionar o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), o embaixador subiu o tom: "Ah, você acha que ele faz pouca coisa? Então vou te dizer uma coisa: o Brasil é o quarto, quinto país do mundo que mais vacinou. Você sabia disso? Fale isso, fale isso! O presidente vacinou 30 milhões de brasileiros. Você não acha que esse é um bom resultado?", respondeu.

Quando o apresentador tentou voltar a falar, Serra o interrompeu. "Deixe eu terminar. Se os hospitais estão lotados é por causa dos 24 anos da esquerda no Brasil, que não construiu hospitais suficientes ".

Você viu?

O reporter, nesse momento, interrompeu o embaixador e questionou se a grave crise hospitalar "não é por conta de o presidente se recusar a confinar o país". Luis Fernando respondeu que "o STF decidiu que o presidente não tem o poder de confinar".

Serra se irritou ao ser questionado sobre a alta quantidade de enterros no Brasil: "E isso é culpa do Bolsonaro ? As cenas são as mesmas que vemos há 30 anos. 24 anos da esquerda fabricaram essas imagens".


Ao final da entrevista, o embaixador disse que as pessoas desejam " viver e trabalhar. É o que as pessoas querem. Há um preço a pagar."

Luis Fernando Serra foi um dos cotados para assumir o cargo de ministro das Relações Exteriores após a saída de Ernesto Araújo do Itamaraty.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários