Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas
Reprodução
Homem voltou a ofender negros e nordestinos em Campinas

O mesmo homem que ofendeu um motoboy com falas racistas em um condomínio de alto padrão em Valinhos, no interior de São Paulo, no ano passado voltou a xingar e discriminar negros e nordestinos. Imagens feitas por volta das 13h desta sexta-feira (9) mostram Mateus Abreu Almeida Prado Couto à frente de um mercado xingando pessoas que estavam no lado de dentro.

No vídeo, Couto caminha na calçada e chama as pessoas para fora do estabelecimento, que fica no bairro Barão Geraldo, em Campinas. Enquanto Couto fala, é possível ouvir alguém dizer "racismo" ao fundo. Ao ouvir a acusação, o agressor afirma que é "racismo mesmo, ô seu preto". A seguir ele é questionado se é italianos e ele responde que é "nórdico".

Veja o momento dos xingamentos:

Uma das pessoas local diz que vai chamar a polícia e Couto a desafia para que faça isso. "Manda a PM aqui, que eu mato a PM". Enquanto é filmado, o contabilista também fala que foi roubado. "Tá roubando meu dinheiro, seu lixo."

Você viu?

Em outro momento, Couto esfrega a mão no antebraço, fazendo referência à cor de pele e diz: "chega aí, seu bosta, seu gordinho otário. Você não é italiano, você é sub-raça. Chama sua polícia aí, traz a Federal, seu preto filho da p***".

Em um episódio em julho do ano passado, Couto também foi flagrado praticando racismo. Ele ofendeu o motoboy Matheus Pires Barbosa, que havia ido até o condomínio onde Couto morava para fazer uma entrega.

Ao fazer a entrega, Couto chamou Mateus de lixo e apontou para a sua pele clara. Uma testemunha registrou a cena e, nas imagens, é possível assistir a sessão de xingamentos.

"Seu lixo. Você tem inveja disso aqui", afirmou o agressor ao apontar para a cor de seu braço e indicar sua pele branca para o entregador negro. "Quanto deve ganhar por mês, hein? Dois mil reais? Não deve ter nem onde morar", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários