PM da Rota mente em depoimento e é preso por tentativa de homicídio
WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS
PM da Rota mente em depoimento e é preso por tentativa de homicídio

No domingo (21), um sargento se encaminhou até o 2º Distrito Policial do Bom Retiro, em São Paulo, e relatou que um homem armado, que estava acompanhado de um casal, tentou roubá-lo . Porém, câmeras de segurança de um prédio próximo ao local, em Santa Cecília, centro da cidade, desmentem a versão do sargento Marcos Antonio Freire, de 47 anos. As informações foram apuradas pelo Uol. 

Segundo o PM, para tentar evitar uma situação injusta de agressão, ele sacou uma pistola calibre 40 da Polícia Militar e disparou contra os acusados. Ele conta que a tentativa de assalto deve início quando ele caminhava pela rua Guaianazes, onde diz residir. Ele estava indo na direção de seu carro que estava estacionado para pegar sua mulher no trabalho. 

De acordo com Marcos Antonio, ela também é policial militar e não soube dizer depois se o disparou chegou a atingir alguém. O sargento contou essa história para outros dois policiais militares que atenderam a ocorrência de disparo de arma de fogo. A delegada responsável pelo caso ouvi os relatos do sargento Freire e em seguida, foi até o local do ocorrido com uma equipe de investigadores. 

A delegada também apurou o Detecta , um sistema de monitoramento de câmeras de segurança presente no banco de dados das Policiais Civil e Militar. Lá, foi encontrado três alertas sobre disparo de arma de fogo na rua Guaianazes. 

Você viu?

Um terceiro alerta foi emitido nas 05h32, por uma gerente administrativa de 50 anos, moradora de Santa Cecília. De acordo com as informações passadas para as autoridades, ela viu um homem de camisa vermelha discutindo com outro homem. 

Com as imagens vistas pela Polícia Civil, é comprovado que o homem que aparece no vídeo de camisa amarela é o sargento Freire. Ele aparece se abaixando e pegando um objeto, que de acordo com a delegada, é um cartucho de munição que ainda não foi encontrado. A arma que foi entregue por Freire tinha cerca de 14 cartuchos. 

Buscas nos hospitais da Barra Funda, Santa Casa e Mandaqui foram feitas com o intuito de encontrar a mulher baleada, de acordo com o boletim de ocorrência, mas no documento, é relatado que ela não foi encontrada. 

Através de nota, a Secretaria Estadual da Segurança Pública disse que o sargento Marcos Antonio Freiro foi preso em flagrante e encaminhado para o Presídio Militar Romão Gomes. Nota ainda informa que as buscas pela vítima continuam e que a ocorrência foi registrada na 2º DP. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários