Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB)
Reprodução
Prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis (MDB)

 Apesar de mais uma vez o município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro , registrar filas e aglomerações nos postos de vacinação , o prefeito Washington Reis pretende manter a logística de imunização, que é alvo de ações da Justiça e recebeu críticas de especialistas.

A exemplo do que ocorreu no início do mês em Xerém, nesta quinta-feira (18), muitos idosos compareceram à Praça Doutor Laureano, no Centro, para receberem a imunização, que foi realizada no sistema Drive Thru e em quem estava a pé. Com isso, o local ficou cheio de pessoas que iam até o posto, além do grande número de pacientes que normalmente procura o Hospital do Olho, que também está localizado na mesma praça.

"Está tudo tranquilo. Vamos manter a logística. Oito horas da manhã já tínhamos aplicado todas as vacinas. Ninguém esperou, vacinamos todo mundo em pouco tempo. É muito melhor ficar ali em tempinho para vacinar do que ficar um ano dentro de casa, morrendo do coração, de câncer ou outras doenças. Nós estamos no caminho certo", disse Reis, que esteve na Praça Doutor Laureano e, vale ressaltar, é onde fica a residência da família Zito, seus principais adversários políticos.

Mas se o prefeito acha que a logística está boa, o mesmo pensamento não é compartilhado pelos moradores. A aposentada Eliete Barbosa, de 76 anos, reclamou da falta de organização e do "jeitinho" na fila para que outras faixas etárias fossem vacinadas.

"É incômodo ficar em pé aqui no sol. O ruim é que é muita gente junta. Fiquei o tempo todo em casa isolada e, na hora da vacina, somos obrigados a ficar no meio dessa muvuca. E para completar, informaram que hoje era faixa etária de 75, mas já vi gente que visivelmente tinha menos. Mas na conversa recebia a vacina", desabafou.

Nos próximos dias, Duque de Caxias irá receber novas doses de imunizantes . Outra aposentada, Maria do Socorro, também de 76 anos, fez coro para reclamar da espera no sol e das furadas de fila, que foram sem qualquer controle.

"Podiam ter escolhido um lugar onde os idosos não esperassem no sol. Para completar, toda hora chega alguém ali na frente e vai para a tenda (de vacinação). Está meio esquisito, só espero que sobre vacina pra mim".

Nesta quinta, a cidade recebeu uma nova leva de 15 mil doses e mais estão previstas para o início da próxima semana. E, ao contrário do recomendado pelo Ministério Público e determinado pela 4° Vara Federal de Duque de Caxias, o prefeito prometeu retomar a vacinação da faixa etária de 60 anos.

"Acabaram de chegar novas doses, vamos trabalhar até domingo. Vou baixar a faixa etária e até dia 25 vacinar toda população acima de 60 anos. Vamos mudar o modo como parte da manhã com mulheres e a parte da tarde com homens. Quanto mais as pessoas estiverem imunizadas, menor a ocupação de leitos. Os dados não mentem, a vacinação dos mais idosos reduziu em 50% os atendimentos".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários