Marcelo Queiroga. cardiologista e cotado para assumir o Ministério da Saúde
Reprodução
Marcelo Queiroga. cardiologista e cotado para assumir o Ministério da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro se reúne, na tarde desta segunda-feira (15), com o c ardiologista e presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia, Marcelo Queiroga . O médico conta com a confiança de Bolsonaro e, no momento, é o nome mais forte para ocupar o cargo do  general Eduardo Pazuello.

Segundo auxiliares do presidente, Queiroga tem o perfil desejado para assumir o comando da pasta. O médico, porém, teria de aceitar um ponto inegociável para Bolsonaro: ser contra as medidas de isolamento social.

Mais cedo, o médico disse que ainda não havia sido contatado pelo Planalto. "A especulação é por conta de o presidente ter me indicado para ocupar um cargo na ANS e, naturalmente, por ser um quadro técnico ligado ao grupo político do presidente da República. Meu nome já foi ventilado em outras possibilidades, mas nesse momento não fui contatado pelo presidente para essa missão", disse ao Globo.

Pela manhã, o mandatário se reuniu pela segunda vez com a  a médica Ludhmilla Hajjar que, até então, era a preferida para ocupar a cadeira no Ministério da Saúde. Ela, porém, recusou a proposta alegando "divergências técnicas" . A médica citou sua rejeição pela cloroquina no tratamento da Covid-19 e sua defesa pelas medidas de isolamento social para conter o avanço do vírus.

Em atualização*

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários