Houve aglomeração em Caxias para vacinação contra a covid-19
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Houve aglomeração em Caxias para vacinação contra a covid-19

 O prefeito de Duque de Caxias, município do Rio de Janeiro , Washington Reis (MDB), afirmou, na manhã desta sexta-feira (05), que "um governante de uma cidade de mais de um milhão de habitante jamais poderá ser orientado por uma promotora que nunca governou uma cidade".

A declaração foi uma resposta a determinação do Ministério Público (MP) do Rio, que, na quinta-feira (04), recomendara que a vacinação na cidade da Baixada tivesse como público-alvo pessoas acima de 80 anos. Caxias decidiu vacinar pessoas acima de 60 anos , em um procedimento que provocou tumulto e aglomeração. O MP deu um prazo de 48 horas para o município se posicionar.

"Para mim, pouco importa (a orientação). Eu não posso ouvir opinião de especialista ou não posso ouvir a orientação do MP , jamais. Um governante da cidade de um milhão de habitantes jamais poderá ser orientado por uma promotora que nunca governou uma cidade. Fui eleito, quem é ela para dizer o que tenho que fazer com a cidade?",  disse, bastante irritado, o emedebista, em um posto de vacinação no distrito de Xerém.

Você viu?

"Eu não posso receber orientação de quem tem não experiência. O Ministério Público tem quem cumprir o seu papel. Eu tenho experiência. Fui eleito, reeleito e seu o que estou fazendo. O povo concorda com que estou fazendo", acrescentou.

Questionado sobre a confusão criada na manhã desta sexta (05) na cidade, já que muitas pessoas — inclusive de outros municípios foram até o município em busca de imunização — Reis afirmou que "teve problemas, porque ninguém tem a expertise de enfrentar a pandemia mundial onde a vacina foi descoberta recentemente".

"O melhor agora é olhar para o lado positivo. Temos professores, profissionais da saúde todo mundo vacinado. São seis mil e cem doses da AstraZeneca. É natural que quando se anuncia na mídia essa procura seja alta. Hoje, temos mais de 100 mil pessoas na cidade com mais de 60 anos, mas teremos vacina para todo mundo. Estamos confiantes na União e no Governo do Estado. O Ministério da Saúde disse que vai comprar mais doses por esses dias", declarou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários