Moedas encontradas com mais de 200 anos encontradas no quintal da casa
Divulgação/Prefeitura de Colares
Moedas encontradas com mais de 200 anos encontradas no quintal da casa

Um tesouro de moedas centenárias foi encontrado no quintal da casa de uma idosa, de 77 anos, em Colares, cerca de 62km de Belém . Com o achado, ela teve que se mudar da cidade pois a população local estava querendo explorar seu terreno para continuar a busca por tesouros. As informações foram apuradas pelo Uol. 

Segundo o filho da idosa, Hernani Júnior, servidor público, de 50 anos, a vida de sua mãe mudou completamente e para uma maneira negativa, depois que as moedas foram encontradas em seu quintal. As fotos de um carrinho de mão cheio de moedas antigas viralizou nas redes sociais

O achado é do século 19, tempo do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve e nessa época, o Brasil já não era mais considerado como colônia portuguesa. Se colocada legalmente no mercado de colecionadores, a moeda pode chegar em até R$15 mil. 

"Tem valor de mercado? Tem, mas o pessoal acha que vale milhões de reais. O que era para ser algo legal acabou virando um risco", fala o filho sobre o comportamento da população para buscar novas moedas. 

A família preserva a identidade da idosa. Em sua antiga moradia, ela dividia a residência com sua irmã de 85 anos. As duas moravam sozinhas e após o ocorrido, tiveram que se mudar para Belém. A decisão da mudança se veio através de um episódio de que um suspeito invadiu o terreno a procura de moedas e chegou a entrar dentro da residência e ser notado pela idosa. Em seguida, o local foi fechado e está sendo monitorado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional ( Iphan ). 

Você viu?

Moeda de 1819 encontrada no quintal da idosa
Divulgação/Prefeitura de Colares
Moeda de 1819 encontrada no quintal da idosa

"Ela gritou dizendo que iria chamar a polícia porque não poderia mexer no terreno. Nisso, o indivíduo a atacou, mas deixou hematomas no rosto e na cabeça. Depois de chamar os vizinhos, esse homem fugiu e ainda levou o celular. No mesmo dia, levamos minha e mãe e minha tia para Belém para manter a segurança delas", contou o filho.

Hernani conta que a família já suspeitava sobre a existência de um tesouro no terreno. Ele conta que ao longo dos anos, eles foram encontrando algumas moedas pelo terreno com brincadeiras pelo local, que tem o fundo de sua área externa para uma praia. Porém, nunca imaginaram que o achado valeria tanto. 
"Ali era área de porto, a gente achava algumas moedas quando éramos criança, mas não tínhamos noção do valor ou até mesmo o que era", ressalta.

No dia 16 de janeiro, dezenas de moedas foram encontradas no terreno. Quando acionada, a prefeitura de Colares considerou o achado como um “tesouro” e isolou o terreno para conter o assédio dos moradores após a notícia ter se espalhado pela cidade. 

Segundo a Secretaria de Cultura de Colares, vizinhos ligaram para a Prefeitura para notificar que um homem, se passando por professor de história, entrou no terreno da idosa com outras pessoas e saiu levando moedas. 

Em seguida, a Prefeitura abriu um boletim de ocorrência na Polícia Civil e uma investigação está sendo feita na área isolada. O caso foi encaminhado para a Polícia Federal. O Iphan declarou que iniciará um mapeamento no terreno, o que segundo a família, já foi iniciado. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários