Comemoração foi até as 4h da manhã e uniu figuras do Centrão, militantes bolsonaristas e desafetos de Bolsonaro
Jussara Soares / Agência O Globo
Comemoração foi até as 4h da manhã e uniu figuras do Centrão, militantes bolsonaristas e desafetos de Bolsonaro

O presidente eleito da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, comemorou a vitória na eleição para a presidência da casa na residência do empresário Marcelo Perboni, que é réu por fraude. O empresário do ramo de hortifrutti foi denunciado pelo Ministério Público por fraudar a fiscalização tributária ao omitir receitas relativas a saídas de mercadorias. O empresário teria se apropriado indevidamente de R$ 3,8 milhões.

"Marcelo Perboni, na condição de beneficiário dos lucros da atividade empresarial, apropriou-se de créditos de ICMS vedados pelo ordenamento jurídico, inserindo-os indevidamente em documentos e livros fiscais", apontou o MP.

Você viu?

Segundo o jornal 'O Estado de S.Paulo', quem escolheu o local foi a deputada federal Celina Leão, amiga da mulher do empresário, Daniela Perboni. 

O advogado que defende Perboni, Marcelo Bessa, disse ao também ao jornal que o crédito tributário já foi pago. "Estamos discutindo o débito, mas os valores já estão integralmente depositados, com juros e correção".

A festa da vitória de Arthur Lira reuniu cerca de 300 pessoas, mesmo com a pandemia de Covid-19. O evento contou com a presença dos ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Fábio Faria (Comunicações), e dos deputados federais Joice Hasselmann e Julian Lemos. O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, também compareceu.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários