ogigenio
Alex Pazuello/Fotos Públicas
Venezuela diz que vai ajudar estado do Amazonas com oxigênio

O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza, afirmou nesta quinta-feira que conversou com o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) e colocou à disposição o oxigênio necessário para atender o serviço de saúde de Manaus.

Em uma rede social, o chanceler disse que seguiu as instruções do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, para oferecer o produto ao governo do Amazonas.

“Por instruções do presidente Nicolás Maduro conversamos com o governador do estado do Amazona, Brasil, Wilson Lima para colocar imediatamente à sua disposição o oxigênio necessário para atender a contingência sanitária em Manaus. Solidariedade latino americana antes de tudo!”

Em seguida, o governador Wilson Lima agradeceu à disposição da Venezuela e foi respondido pelo chanceler, que afirmou ser “sempre uma honra” poder estender uma mão para “o povo irmão do Brasil”.

Você viu?

“É sempre uma honra poder dar uma mão ao povo irmão do Brasil, principalmente em momentos tão complexos. Para os bolivarianos, a solidariedade é um dever. Grande abraço!”

A cidade enfrenta um colapso no atendimento de saúde, segundo o ministro Eduardo Pazuello e o governador chegou a estabelecer um toque de recolher para reduzir a incidência da Covid-19.

A White Martins, empresa produtora dos cilindros de oxigênio, relatou em nota que o consumo em Manaus cresceu exponencialmente e mesmo com o aumento na capacidade de produção ao longo de 2020, a fábrica não foi capaz de atender à demanda e, por isso, busca o oxigênio na Venezuela.

“A White Martins já identificou a disponibilidade de oxigênio em suas operações na Venezuela e neste momento está atuando para viabilizar a importação do produto para a região”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários