Jair Bolsonaro
Mariana Schreiber - Da BBC News Brasil em Brasília
Bolsonaro já afirmou a apoiadores que "só deus" pode tirá-lo do cargo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta sexta-feira (15) não ser responsável pelo atraso nas vacinas e pela explosão de casos de Covid-19  que já colapsou o sistema de saúde do estado de Amazonas.

Em entrevista à Bandeirantes , Bolsonaro afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o Supremo Tribunal Federal (STF) conferiu a governadores e prefeitos o poder de decidir sobre políticas contenção à pandemia.

"Eu tinha que estar na praia uma hora dessas. Pelo STF, eu tinha que estar na praia agora, tomando uma cerveja. O Supremo falou isso para mim. O erro meu agora foi não atender ao STF e estar interferindo, ajudando quem está morrendo em Manaus”, disse.

Sobre uma eventual abertura de processo de impeachment, o presidente afirmou que "não existe nada de concreto" contra ele e que "querem inventar uma narrativa" para tirá-lo do cargo.

'Querem inventar uma fake news, uma narrativa para me tirar daqui. Qual moral tem João Doria e o Rodrigo Maia em falar de impeachment ou me acusar de tudo isso que está acontecendo aí se eu fui impedido pelo STF de fazer qualquer ação em combate ao coronavírus em estados e municípios?", questionou.

    Leia tudo sobre: Impeachment

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários