carros com placas coladas na frente
Reprodução / Jovem Pan
O protesto aconteceu na manhã desta segunda-feira (11) na Avenida Paulista (SP)

Na manhã desta segunda-feira (11), manifestantes realizaram um " buzinaço " na Avenida Paulista , em São Paulo , contra o aumento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços ( ICMS ) na área da saúde, proposto pelo governador João Doria (PSDB) . De acordo com os organizadores, participaram mais de 100 carros, somando aproximadamente 200 pessoas. As informações são do portal da  Jovem Pan .

O ato começou às 11h e percorreu dois sentidos da avenida antes de ser encerrado em frente à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). A manifestação foi acompanhada pela Polícia Militar, que bloqueou dois lados de cada sentido da Paulista. Um dos organizadores, o empresário Eduardo Junqueira, disse que a mobilização tem como objetivo chamar a atenção para o aumento dos convênios médicos após a alta do tributo estadual.

"Terá um impacto direto na população com o encarecimento dos serviços", afirmou ao portal. Outro manifestante disse que esse aumento proposto pelo governo irá encarecer diversos medicamentos. "A área da saúde será bastante impactada. Com o aumento dos remédios, haverá também aumento dos convênios", afirmou.


Encarecimento de medicamentos

Um levantamento realizado pelas Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) estima que a retirada de incentivos do governo estadual refletirá no aumento de 14% em remédios utilizados pela rede privada para os tratamentos contra a Aids e o câncer. A medida foi proposta por Doria e aprovada em outubro pela Alesp.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários