Diretor do enem morre por complicações da Covid-19
Redes sociais
Diretor do enem morre por complicações da Covid-19

O diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep, general Carlos Roberto Pinto de Souza, faleceu nesta segunda-feira (11), vítima de complicações da Covid-19. O militar comandava diretoria responsável pela elaboração do enem, marcado para os dias 17 e 24 deste mês —  mesmo com o agravamento da pandemia e a pressão pelo adiamento.

“A presidência do Inep, em nome de todos os seus colaboradores, agradece o trabalho desempenhado com dedicação, entusiasmo, responsabilidade e senso ético pelo diretor Carlos Roberto. Seu nome estará registrado na história do Inep”, diz nota divulgada pelo Inep nesta segunda.

O comunicado do Inep em nenhum momento revela a causa da morte, mas, de acordo com apuração do jornal Folha de S.Paulo,  o general morreu em Curitiba (PR), onde se tratava da doença Covid-19 desde dezembro.

Pedidos de adiamento

Existe uma grande movimentação, principalmente por meio das redes sociais, para que o enem seja novamente adiado. Nesta segunda-feira, o Inep anunciou que os portões dos locais de prova serão abertos com 30 minutos de antecedência para diminuir aglomerações.

Na sexta-feira 8, a Defensoria Pública da União pediu à Justiça o adiamento da realização das provas, mas ainda não obteve resposta.

    Leia tudo sobre: ENEM

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários