ambulante
Reprodução
Ambulante espancado por seguranças


vendedor ambulante Gerson Gonçalves dos Anjes, de 32 anos, foi espancado por seguranças da Companhia Paulista de Transportes Metropolistanos (CPTM), na estação Caraícuíba, no último sábado (2). Gerson teve ferimento graves.

Relatos da esposa do ambulante, Kerlane da Silva Barbosa, a veículos da imprensa não apontam a motivação real da violência. Gerson vendia água e chocolate na estação até o momento em que foi abordado por seguranças terceirizados da empresa Albatroz. 

O ambulante será submetido à cirurgia no Hospital Regional de Osasco, pois quebrou o nariz e maxilar durante a agressão . Gerson disse não se lembrar dos detalhes, mas a violência teria acontecido após uma discussão por conta da apreensão da mercadoria. Testemunhas afirmam que mais de 10 seguranças lincharam Gerson . Imagens mostram poças de sague ao redor do ambulante.

A versão dos vigilantes diz que um dos seguranças foi agredidos por Gerson ao tentar apreender a mercadoria. Segundo o boletim de ocorrência, um dos seguranças desferiu um soco no maxilar da vítima para tentar se defender e  ao ser golpeado o homem teria batido a cabeça.


A Polícia Civil investiga o caso que foi registrado no 1º Distrito Policial de Carapicuíba como lesão corporal. Gerson estava de saidinha da prisão e vendia produtos no metrô para conseguir comprar alimentos para a família.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários