Médica Ticyana Azambuja, agredida na zona norte do Rio de Janeiro
Imagem: Herculano Barreto Filho
Médica Ticyana Azambuja, agredida na zona norte do Rio de Janeiro

Os envolvidos no caso de agressão a médica Ticyana Azambuja , em maio deste ano, na zona norte do Rio de Janeiro, foram condenados a pagar uma indenização de R$12 mil ao casal Marco Antônio Guimarães Cardoso e Juliana Castro Martins Cardoso, vizinhos da vítima, que também foram agredidos ao tentarem ajudá-la.

De acordo com a sentença do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), ficou decidido na última quinta-feira (10), Rafael Henrique Del Iudice Ferreira deve pagar R$10 mil a Marco Antônio, enquanto Ester Mendes de Araújo terá de pagar R$2 mil para Juliana. A sentença foi dada após serem acusados de lesão corporal leve e ameaça. 

"Rafael pagará quatro parcelas mensais, a partir de 5 de janeiro de 2021, no valor de R$ 2.500,00 (dois e quinhentos reais) cada uma em conjunto a ambos os ofendidos pelos crimes de lesão corporal leve que lhe são imputados", consta em um trecho da decisão tomada pelo juiz André Ricardo Franciscis Ramos. Também foi acordado que Ester pagará quatro parcelas de R$500 para Juliana, com início na mesma data.

Relembre o caso

Ticyana Azambuja foi agredida depois de fazer uma reclamação por conta do barulho e da aglomeração ocasionados por uma festa clandestina na rua onde morava. Ela foi até o local e quebrou o retrovisor do carro de um dos integrantes da festa, que estava estacionado irregularmente. Depois disso, a médica teve as mãos pisoteadas, um dos joelhos fraturados e foi enforcada até perder a consciência.

Imagens de câmeras de segurança mostraram Ticyana correndo pela rua para fugir dos agressores. Na fuga, ela para um motociclista no meio da via e tenta subir no veículo, mas dois homens a impedem.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários