Eduardo desmente aliado sobre envio de dossiê contra antifascistas aos EUA
Reprodução
Eduardo desmente aliado sobre envio de dossiê contra antifascistas aos EUA

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse à Justiça que não entregou à Embaixada dos Estados Unidos um dossiê contra as pessoas que se declaram antifascistas. "Eduardo Nantes Bolsonaro jamais entregou qualquer dossiê a qualquer órgão de representação internacional", disse, por meio de uma petição apresentada pela advogada Karina Kufa.

A declaração desmente o deputado estadual Douglas Garcia (PTB-SP), um dos principais aliados da família Bolsonaro. "O protocolo junto à Embaixada dos Estados Unidos foi feito pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro", afirmou Garcia, em petição enviada no dia 5 de agosto.

O dossiê tem o nome de cerca de mil pessoas, com fotos, endereços e telefones de cada um. Há na listagem dois jornalistas, seis radialistas e pelo menos 70 professores.

Garcia disse que as pessoas listadas no dossiê são "terroristas". No documento, entre as 'provas' de ligação das pessoas citadas com terrorismo estão, por exemplo, uma placa em homenagem à vereadora Marielle Franco, assassinada no Rio de Janeiro, em 2018.

O deputado Douglas Garcia negou à Justiça que tivesse participado da elaboração e da divulgação do documento, mas admitiu que o encaminhou para autoridades. Em suas redes sociais, no entanto, ele escreveu ter recebido "pelo menos 1.000 perfis com dados e fotos dos criminosos (antifas)".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários