mourão
Agência Brasil
Mourão ameniza falas de Eduardo Bolsonaro


O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB), buscou amenizar as tensões criadas com a China pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que acusou o principal parceiro econômico do Brasil de utilizar a tecologia 5G para espionar os países que venham a possuí-la. Mourão exaltou a aliança bilateral positiva durante um evento sobre a relação Brasil-China.


O vice-presidente destacou a importância do conhecimento tecnológico chinês, elogiou o discurso do presidente Xi Jiping e enfatizou que os dois países devem seguir firmes em seus próprios modelos de desenvolvimento.

"O governo chinês identifica com clareza a nova dinâmica do crescimento mundial. O presidente Xi Jiping destacou a importância desse processo, no que chamou de 'revolução verde' no discurso da ONU. Novas estratégias chinesas de sustentabilidade representam oportunidades para ampliar e diversificar nossas relações econômicas", disse Mourão.

O movimento de Mourão veio após as publicações de Eduardo Bolsonaro - que é presidente Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados - em ataque ao aliado asiátio ao insinuar que o Partido Comunista Chinês é um " inimigo da liberdade ". A Embaixada da China no Brasil chamou as acusações de infames.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários