Policiais encontraram os restos mortais após indicação do local do crime por parte da suspeita
Reprodução/ Polícia Civil Campo Grande
Policiais encontraram os restos mortais após indicação do local do crime por parte da suspeita

Nesta quarta-feira (25), a polícia de Campo Grande (MS) prendeu mãe e filho pela morte do chargista Marco Antônio Rosa Borges, de 54 anos, que estava desaparecido desde o último sábado (21), data em que o crime foi cometido. Em depoimento, eles confessaram o  assassinato e posterior esquartejamento da vítima.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a massagista Clarice Silvestre contou com a ajuda do filho João Vitor Silvestre, de 24 anos, para se livrar do corpo . A descoberta do caso só foi possível porque os famíliares da vítima conseguiram rastrear o sinal de seu celular até a casa da mulher, com quem ele tinha iniciado um relacionamento recentemente.

No depoimento, Clarice revelou que teve uma discussão com Marco Antônio e que foi agredida com dois tapas no rosto. Neste momento, ela o empurrou de uma escada, pegou uma faca na cozinha e o golpeou diversas vezes. Após constatar a morte, ela ligou para o filho e ambos realizaram o esquartejamento , colocando as partes do corpo em algumas malas.

Após indicação da suspeita, agentes da Delegacia Especializada de Homicídio (DEH) encontraram as malas com os restos mortais já carbonizados em um terreno na região sul da cidade. Ainda de acordo com a publicação, a dupla foi ao local com a ajuda de um motorista de aplicativo, que também foi interrogado e liberado pela polícia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários