apagão
Reprodução
Apagão teve início no dia 3 de novembro.

Nesta quinta-feira (19), a Justiça Federal no Amapá determinou o afastamento das diretorias da Agência Nacional de Energia Elétrica ( Aneel ) e do Operador Nacional do Sistema ( ONS ). A  crise energética atinge o estado desde o dia 3 de novembro. As informações foram dadas pelo G1

O afastamento temporário dos agentes públicos, de acordo com a decisão do juiz, será por 30 dias.

O objetivo é evitar que haja interferência nas investigações que apuram as responsabilidades no apagão, que já atinge o estado do Amapá pelo 17º dia.

Na liminar, o juiz João Bosco Costa Soares da Silva argumenta que houve negligência por parte da Aneel, do ONS e da empresa Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE).

O estado do Amapá foi atingido por dois blecautes totais. O primeiro foi  no dia 3 de novembro e o outro ocorreu na última terça-feira (17) .

Investigações foram abertas em órgãos federais, como a Aneel e o ONS, e estaduais para apurar as causas dos acontecimentos.

    Veja Também

      Mostrar mais