bombeiro
Divulgação Bombeiros
Incêndio ocorreu por volta das 3h de segunda-feira


A Polícia Militar de Minas Gerais assassinou um homem de 57 anos no bairro de Santa Efigênia, em Belo Horizonte, depois dele atear fogo na própria casa com a mãe presa dentro. Ele também chegou a ameaçar os policiais que foram realizar a abordagem. Segundo a polícia, o homem não cessou as ameaças após ser atingido por balas de borracha  e continuou ameaçando os agentes que atiraram com  munição letal para contê-lo.


A polícia foi acionada inicialmente para lidar com um caso de importanução sexual, na noite de sexta-feira (6). Uma mulher, de 36 anos, disse que homem havia mostrado o órgão genital para fora e ameaçado jogar álcool nela. Recebida a ocorrência, os policiais se depararam com o homem tentando incendiar a própria casa com a mãe, de 96 anos, dentro.

Os PMs dizem ter invadido a residência para conter o homem. Incontrolável, houve disparos de balas de borracha para impedí-lo. Os policiais decidiram utilizar as armas de fogo para encerrar a ação. O homem foi atingido por um tiro, mas não resistiu ais ferimentos.

A polícia diz que o suspeito estava com um balde de álcool e um isqueiro ameaçando os policiais. A vítima para o Hospital João XXIII, onde morreu na manhã de sábado (6).

    Leia tudo sobre: casa

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários