Segundo a polícia, grupo rival da Cidade Alta, de Cordovil, invadiu a favela pela parte alta do morro, na noite desta sexta-feira (30)
Foto: Reprodução
Segundo a polícia, grupo rival da Cidade Alta, de Cordovil, invadiu a favela pela parte alta do morro, na noite desta sexta-feira (30)

Uma guerra entre facções criminosas deixou três mortos e quatro feridos, na noite desta sexta-feira, no Complexo da Penha. Segundo relatos de moradores nas redes sociais, o tiroteio entre bandidos do Complexo da Penha e da Cidade Alta aconteceu por volta das 21h30, na Rua Maragogi.

A Polícia Militar informou que as vítimas foram atingidas por criminosos que atuam na região contrária à Chatuba. A ocorrência foi registrada na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC).

O traficante Alan Ferreira Montenegro, conhecido como Da Lua, de 39 anos, foi um dos mortos. Ele era gerente do tráfico nos morros da Fé e Sereno, no Complexo da Penha. No Portal dos Procurados, informações sobre o paradeiro do criminoso podiam render uma recompensa de R$ 1 mil. Além dele, Pedro Henrique Lima Soares e Rafael da Conceição Gomes morreram. Os corpos dos três foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML), no Centro.

As vítimas do tiroteio foram encaminhadas para o Hospital Estadual Getúlio Vargas. Marta da Silva Barbosa está internada na unidade e seu estado de saúde é estável. Também estão no hospital Alexandre Mendes Barbosa e Fernando da Silva Santiago, ambos em estado grave. Já a sétima vítima, Gabriel Sebastiao da Silva, foi transferido para o Hospital Souza Aguiar, no Centro. Seu estado de saúde não foi informado.

Policiais militares estiveram no local onde aconteceu o crime e o policiamento foi reforçado nos acessos à comuidade. De acordo com a Polícia Civil, as investigações sobre o caso estão em andamento e diligências seguem em busca de informações que ajudem a identificar os autores do crime.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários